FSC® DA PAPIRUS

A Papirus possui o selo FSC®, uma certificação internacional concedida a empresas que promovem o respeito da boa prática florestal e controle de todo material recuperado. O selo FSC® assegura o uso responsável das florestas e a conservação de seus recursos naturais e só foi obtido depois de um rigoroso processo de auditoria realizado pelo Imaflora. A Papirus não tem florestas, mas tem a garantia de que as fibras utilizadas para a produção de seu papelcartão com fibras recicladas e fibras virgens são provenientes de boas práticas de manejo florestal e de outras fontes controladas. O selo FSC® é um símbolo da preocupação da Papirus com o meio ambiente e com a sociedade. E a garantia de que acreditamos que nossos esforços podem transformar o mundo para melhor.

O que é FSC®?

O FSC® – Forest Stewardship Council® é uma organização internacional fundada em 1993 por ambientalistas, pesquisadores e empresários, preocupados em conservar as florestas nativas ainda existentes no planeta. Esse conselho elaborou um conjunto de princípios e critérios para orientar o manejo florestal de forma responsável, conservando a biodiversidade e os direitos das populações que vivem das florestas ou próximas a elas, e a não utilização de plantas geneticamente modificadas. Para obter o selo FSC®, uma empresa precisa comprovar que pratica esses princípios e critérios ou a conformidade com os requisitos das normas de cadeia de custódia FSC® (caso da Papirus). Isso é feito mediante um processo de auditoria, realizado por uma instituição independente, credenciada ao FSC®. No Brasil, uma das instituições é o Imaflora.

O que é Manejo Florestal?

O manejo florestal é um conjunto de cuidados e técnicas empregadas na colheita de matéria-prima florestal, de tal maneira que respeite o ecossistema e garanta a preservação da floresta para as futuras gerações. Tem como foco a produção, a rentabilidade, a segurança no trabalho, o respeito à legislação, o cuidado com as sociedades vizinhas e a conservação florestal.

Como funciona o FSC® para a Papirus?

Já que não temos floresta, e sim uma fonte mista de matéria-prima, fazemos parte de uma Cadeia de Custódia* e temos que provar que as fibras virgens, que usamos como matéria-prima, venham de boas práticas de manejo florestal. Assim, a Papirus trabalha com o sistema de controle de crédito, ou seja, determinados grupos de matéria-prima gerarão créditos. A partir disso é feito um cálculo todo o mês, definindo que um volume X de produtos poderá ser rotulado com o selo FSC®. As fontes que geram crédito são as fibras certificadas que a Papirus adquire e as aparas pós e pré-consumos. Todos os outros materiais não certificados são controlados pela Papirus para que não provenham de fontes consideradas inaceitáveis pelo FSC®. Além disso, a Papirus realizará auditorias nos fornecedores que não são certificados, sejam eles de fibras virgens ou recuperadas. Com todo esse controle, podemos garantir que a matéria-prima dos nossos produtos vem de boas práticas de manejo florestal, não vem de madeira ilegal, bem como não utiliza trabalho escravo, ou quaisquer outras condições de trabalhos inadequadas ou que não trabalhem dentro da legislação.

*Cadeia de Custódia: caminho percorrido pelas matérias-primas, materiais processados ou produtos acabados, da floresta até o consumidor,(no caso de materiais reciclados/reuperados, desde o ponto de recuperação até o consumidor) incluindo todos os estágios sucessivos de processamento, transformação, manufatura e distribuição.

Madeira Controlada FSC®

Madeira Controlada é o Material virgem proveniente de florestas ou plantações sem certificação FSC® incluídos no sistema de due diligence* (verificação) de organizações certificadas de acordo com o padrão FSC-STD-40-005 V3-1 – Requisitos para Fornecimento de Madeira Controlada FSC® (para obter uma cópia do padrão acesse o site www.fsc.org).

O padrão de Madeira Controlada do FSC® tem por objetivo auxiliar as empresas certificadas a evitarem o uso de madeiras consideradas inaceitáveis nos seus produtos FSC®. Com isso, as empresas certificadas podem controlar as suas fontes de madeira não certificada, excluindo as procedentes de atividades florestais social e ambientalmente danosas.

As empresas certificadas em cadeia de custódia FSC® que misturam madeiras FSC® e não FSC® nos seus produtos devem demonstrar que a madeira não certificada foi controlada, evitando fontes das seguintes categorias listadas abaixo:

  • Madeira colhida ilegalmente;
  • Madeira colhida de áreas onde houve violação dos direitos civis e tradicionais;
  • Madeira colhida de florestas com alto valor de conservação ameaçadas pelas atividades de manejo florestal;
  • Madeira colhida de florestas naturais que estão sendo convertidas para plantações e outros usos não-florestais;
  • Madeira de florestas geneticamente modificadas.

Saiba mais sobre as Políticas FSC®

Auto Declaração
Resumo do SDD -Sistema de Due Diligence da Madeira Controlada FSC®
Política de Compra

Conheça mais sobre o Conselho de Manejo Florestal – FSC®: www.fsc.org.br

Consulte nosso código IMA-COC-004479 em: www.fsc-info.org

Para reclamações e denúncias sobre a cadeia de custódia, recebimento de madeira controlada e o uso correto do selo FSC®, entre em contato pelo e-mail: comunicacao@papirus.com