Meio Ambiente

A problemática da crise global do lixo exige agilidade e eficiência na busca de alternativas para o tratamento e deposição dos resíduos urbanos. Existem inúmeras possíveis soluções, dentre as quais, um programa de redução da geração do lixo, compostagem da industrialização e, claro, a reciclagem.

O aumento populacional e a intensidade da industrialização tornam o lixo inesgotável. Do que é produzido hoje no Brasil, 76% ficam em lixões a céu aberto (fonte: IBGE), com forte comprometimento do meio ambiente, principalmente em relação ao solo, ar e recursos hídricos, atualmente escassos.

Há ainda a questão social de famílias inteiras que vivem no entorno de lixões, sem as menores condições de higiene e dignidade.

O gerenciamento dos resíduos sólidos é prática fundamental nas economias preocupadas
com o Desenvolvimento Sustentável porque leva em conta:

  • a importância da preservação ambiental, através da manutenção dos recursos naturais;
  • a importância da redução na geração de resíduos e reciclagem;
  • a saturação dos espaços disponíveis para aterros sanitários.